quinta-feira, 26 de junho de 2014

10 aplicativos que todo administrador deve conhecer

Conheça ferramentas que podem ajudar você e sua empresa a melhorar a produtividade e agilizar o trabalho de sua equipe


1) Contábil

O app brasileiro faz cálculos de pagamentos via CLT. Através da remuneração bruta de salário, ele calcula desconto do INSS e Imposto de Renda, além da remuneração líquida e pensão alimentícia. Também faz os cálculos de pagamentos via RPA (recibo de pagamento de autônomo). Ele está disponível somente para iOS.
2) Google Drive

O Google Drive é talvez o mais importante e completo sistema de armazenamento em nuvem disponível hoje na internet. O serviço pode ser sincronizado com o Gmail e demais aplicativos do Google, facilitando o compartilhamento de arquivos, visualização e criação. Quando disponibilizados na nuvem, os arquivos podem ser acessados de qualquer lugar, desde que o usuário esteja conectado à internet. Ele pode ser utilizado por empresas que desejam compartilhar arquivos com funcionários e outras companhias através das funções de compartilhamento público ou privado, escolhido pelo usuário no momento do envio. O aplicativo está disponível para Android, iOS eWindows Phone.
3) When I Work

O When I Work foi criado para permitir o compartilhamento de informações da empresa (como compromissos, dados e reuniões) diretamente com seus funcionários. Os membros precisam estar com o aplicativo instalado em seus dispositivos e logados, através de uma conta criada no próprio app, para assim receberem as informações. Por ele é possível criar ou cancelar novos compromissos, divulgar informações de equipes de tarefas em aberto, visualizar requisições de tarefas e adicionar (ou retirar) membros da database. Ele está disponível para Android.
4) Simulador de importação


O aplicativo brasileiro foi criado pelo Sebrae-SP para ajudar empreendedores a calcularem os custos de importações de determinadas mercadorias do exterior. É possível ainda exportar resultados e comparações para e-mails ou salvá-los em arquivos .csv, . pdf ou .jpg, para assim facilitar o compartilhamento com sua equipe. Ele está disponível para Android e iOS.

5) Cisco WebEx Meetings

O Cisco WebEx foi criado para a realização de videoconferências em alta qualidade. Comparado com outros aplicativos do gênero, ele vence por oferecer maior qualidade nas chamadas com função multiponto,  além de vídeo em tela cheia e visualização de conteúdo e vídeos simultaneamente, no iPad. O app também dispõe de uma agenda de reuniões e compartilhamento de arquivos com suporte ao Dropbox, além da possibilidade de criação de espaços personalizados para reuniões e seus arquivos anexados. Ele está disponível para Android e iOS.
6)Evernote


O Evernote é um dos aplicativos mais queridos e recomendados pelos gestores de tempo. O app é indicado para quem deseja organizar observações, dados, lembretes e afins no modo off-line, como também arquivos online. O aplicativo disponibiliza blocos de anotações para que sejam salvos qualquer tipo de texto e determinados tipos de mídias (fotos, links), facilitando na hora de lembrar o que deve ser feito na empresa ou na sua vida pessoal. Ele está disponível para dispositivos Android,iOS e Windows Phone.
7) Instapaper

O Instapaper é um aplicativo simples e amigável, criado para solucionar um probleminha comum de quem utiliza a internet para leituras. Ele salva artigos que você encontra na rede para ler em outro momento mais apropriado. O aplicativo tira toda a formatação do documento original e sincroniza com outros dispositivos. Ele está disponível para Android e iOS.
8) Neotriad

O Neotriad permite que você liste as tarefas diárias e determine um tempo dedicado para cada uma delas. O app foi criado para servir como uma “agenda pessoal” do usuário. Ele dispõe de uma interface simples, que pode ser utilizada para gerenciar o tempo de suas equipes e de seus funcionários. Ele está disponível para Android e iOS.
9) Dropbox

O Dropbox é um serviço de armazenamento na nuvem, estilo Google Drive, criado para quem precisa estar conectado em vários gadgets sem portar os arquivos em discos rígidos. Com ele, é possível armazenar e compartilhar arquivos direto na nuvem. Para isso, o usuário precisa apenas mover os arquivos para a pasta do Dropbox no computador ou smartphone. O Dropbox é utilizado por empresas que desejam compartilhar arquivos com seus funcionários em seus mais variados departamentos, facilitando, agilizando e impossibilitando a perda de documentos importantes, já que, uma vez enviado, o arquivo só é apagado com autorização do dono da conta. Ele está disponível para AndroidiOS e Windows Phone.
10) Smartr

O Smartr foi criado para organizar os contatos espalhados nas mais diversas contas utilizadas pelo usuário. Números nos e-mails, redes sociais e telefones são sincronizadas e colocadas à sua disposição, ganhando tempo e facilitando o processo de identificação de um contato. O Smartr conta com uma interface amigável, colocando todas as informações das pessoas com quem você convive em um só lugar. Além disso, o app mostra o histórico de interações que você teve com o seus contatos, como número de e-mails, números em comum, entre outros. Ele está disponível paraAndroid e iOS.
Fonte: Administradores.com
Link: http://www.administradores.com.br/noticias/academico/10-aplicativos-que-todo-administrador-deve-conhecer/89417/?utm_source=MailingList&utm_medium=email&utm_campaign=News+-+24%2F05%2F2014

terça-feira, 24 de junho de 2014

Confira 18 dicas para aprimorar o seu networking

1. Pessoas fazem negócios com pessoas que conhecem e tem afinidades.
2. Você conhece mais pessoas do que normalmente você acha que conhece, e isto tem um poder maior do que você imagina.
3. Não presuma que uma pessoa não irá ajudá-lo.
4. Trace o que você deseja antes de procurar uma pessoa.
5. Leve sempre algo em troca que possa ajudar a pessoa, não vá para seu contato para pedir sempre. Ofereça troca, retribuição.
6. Seja autêntico. Peça aconselhamento e não favores.
7. Tenha em seus contatos pessoas que seus amigos também possam precisar ou queiram conhecer.
8. Expressões não verbais representam muito mais do que palavras. Sua postura e contato direto com as pessoas passam mais credibilidade para a relação.
9. Seja específico e claro em seus desejos.
10. Mantenha uma agenda de encontros com seus contatos.
11. Todos buscam visibilidade e notoriedade. Determine um projeto em função da sua marca pessoal. Compartilhe este planejamento com seu mentor.
12. Às vezes, seu melhor contato está na sua família. Mesmo que não tenha afinidade, não hesite em compartilhar interesses. Demonstrar interesse claro não significa má conduta. Identifique líderes influenciadores.
13. Encante as pessoas com suas histórias reais. Story telling é a linguagem das pessoas de carisma no mundo. Tenha claro os seus pontos fortes e o que realmente faz para mudar o mundo a sua volta. Seja o protagonista e não conte aquela história de que "um amigo que viajou para os Estados Unidos me disse que…".
14. O esporte que você pratica bem é uma boa fonte de contatos. Os amigos do golfe, squash, tênis ou basquete sempre estarão falando de negócios após a prática.
15. Fazer parte de uma associação ou comunidade talvez seja o que existe de mais antigo em termos de networking. Procure aquela que tem afinidade e lembre-se de que pode fazer parte de uma comunidade em qualquer lugar do mundo.
16. De quantos eventos você participou no último mês? Quantos você acha que deve participar? Selecione eventos chaves. 
17. A manutenção da sua rede de contatos tem que ser diária. Não espere acontecer algo para poder ativá-la. As oportunidades acontecem todos os dias. Simplifique as informações que se encaixam com seus objetivos previamente traçados no seu planejamento.
18. Não se esqueça: foque em pessoas e não em negócios. 

Fonte: Exame.com
Link: http://exame.abril.com.br/pme/noticias/18-dicas-para-aprimorar-o-seu-networking

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Confira 12 bolas que inovaram na história das Copas do Mundo

Das bolas de couro à Brazuca, saiba como a tecnologia vem revolucionando as bolas que rolam nas Copas do Mundo.
Show de Bolas
Há muita tecnologia por trás das bolas de futebol usadas em Copas do Mundo. Se, há 40 anos, elas eram feitas de couro e acumulavam água, hoje recursos como a fusão térmica das partes e a opção por materiais sintéticos elevaram a qualidade das bolas a um nível jamais visto. Veja a seguir esta evolução.
Telstar (1970)
Usada na Copa do México, a Telstar foi a primeira bola criada para um campeonato mundial de futebol. Seus 32 gomos de couro nas cores preta e branca foram pensados para aparecerem melhor na TV e seu nome faz alusão ao satélite usado para transmissão do torneio.

Telstar Durlast (1974)
No Mundial da Alemanha, a bola oficial da Copa ganhou um revestimento que a tornou mais resistente, mais brilhante e menos permeável à água em relação à versão anterior. Mas a Telstar Durlast manteve a estrutura de 32 gomos de couro.

Tango (1978)
Além do nome, a grande inovação da bola usada na Copa da Argentina foi o design. Com triângulos pretos, a Tango criava um efeito visual agradável à medida que rolava em campo. No mais, a tecnologia era a mesma da Telstar Durlast.

Tango Espanha (1982)
Uma cobertura de poliuretano dava à Tango Espanha uma maior eficiência em repelir a água. A bola usada na Copa do Mundo de 1982 foi a primeira a combinar couro verdadeiro e material sintético.

Tango Azteca (1986)
Por ser feita apenas de materiais sintéticos, a Azteca oferecia maior controle aos jogadores do que suas antecessoras. Outro diferencial da bola era o design criado por Rebecca Martinez, que homenageava o México, país-sede do Mundial.

Etrusco Unico (1990)
Totalmente sintética, a bola oficial da Copa da Itália reunia camadas de látex, neoprene e poliuretano que a deixavam, respectivamente, mais estável e resistente, impermeável e menos sujeita ao desgaste. Várias novidades para uma bola só, não?

Questra (1994)
Cinco materiais diferentes e uma camada externa de poliuretano compõem a Questra, bola oficial da Copa do Estados Unidos. O nome estranho é uma alusão a "quest", termo inglês para exploração. A bola homenageava os 25 anos do homem na Lua.

Tricolore (1998)
Microcélulas cheias de gás compunham a espuma sintética especialmente desenvolvida para Tricolore, bola oficial da Copa da França. Assim, a primeira bola colorida da história das Copas tinha um melhor desempenho dentro de campo.

Fevernova (2002)
Três anos de desenvolvimento estão por trás da Fevernova, bola oficial da Copa da Coreia e Japão. Ao todo, ela reúne seis camadas de diferentes materiais que vão do látex ao poliuretano - o que proporcionava à bola um voo mais preciso e previsível.

Teamgeist (2006)
Para a Copa da Alemanha, a bola oficial foi repaginada - ganhando uma configuração de 14 gomos fundidos termicamente. Isto permitia que a +Teamgeist tivesse uma performance ainda mais precisa e consistente dentro de campo.

Jabulani (2010)
Ranhuras em toda a superfície foram uma das grandes inovações da Jabulani, a bola oficial da Copa da África do Sul. Elas aumentavam a aderência da bola formada por oito gomos unidos termicamente.

Brazuca (2014)

A bola que rola nos jogos da Copa do Brasil é a Brazuca. Fruto de dois anos e meio de pesquisa, a bola foi testada por mais de 600 jogadores. Seis gomos simétricos garantem maior aderência, estabilidade e aerodinâmica.

Fonte: Exame.com
Link: http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/12-bolas-que-inovaram-na-historia-das-copas-do-mundo#14

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Veja 7 dicas para configurar seu roteador e manter sua rede Wi-Fi segura


Abaixo estão algumas dicas elaboradas pela empresa de segurança ESET, que devem ajudar a manter a rede longe de ataques virtuais.

1) Trocar o login e senha do roteador: 

ao instalar o aparelho em casa, é obrigatório mudar imediatamente o nome do usuário e a senha de acesso do roteador. Sem isso, o equipamento usará um nome padrão de fábrica, que facilita a descoberta do modelo por um possível cibercriminoso. Com esta informação, ele pode explorar as vulnerabilidades que já são conhecidas.

2) Atualização de firmware: 

Fazer isso deve solucionar erros de segurança críticos e amplamente conhecidos. Na indústria da tecnologia, de um modo geral, um software desatualizado significa mais brechas, então a dica vale para absolutamente todos os seus dispositivos.

3) Criptografia WPA/WPA2: 

Como dito antes, o mínimo que você deve fazer é colocar uma senha (de preferência bem forte). Depois disso, outro passo importantíssimo é definir o padrão de segurança. O WPA ou o WPA2 são protocolos muito mais seguros que o WEP, que pode ser quebrado com facilidade.

4) Desativar WPS (WiFi Protected Setup):

O recurso pode gerenciar a segurança com mais simplicidade, mas é vulnerável. Em algumas horas, o PIN de 8 números pode ser quebrado por um ataque de força-bruta, deixando a rede exposta.

5) Ativar filtro de MAC: 

Com a utilização desta ferramenta, apenas os aparelhos autorizados poderão se conectar à rede. Cada dispositivo possui uma placa de rede própria, identificada por um endereço. Ao cadastrar esta informação no roteador, apenas os endereços cadastrados na lista de acesso poderão ter conexão.

6) Desativar exibição do nome da rede: 

Ao fazer isso, sua rede fica “invisível” para outras pessoas, dificultando o direcionamento dos ataques. O problema é que será necessário digitar o nome da rede manualmente para cada novo dispositivo que se conecta.

7) Definir senha para modificar configurações: 


Além da senha de acesso à rede, é importante criar outra para mexer no roteador em si. Normalmente o equipamento vem com uma senha padrão ou, até mesmo, sem senha, criando uma brecha grave. No caso de algum cibercriminoso conseguir entrar na sua rede, ele poderá modificar o roteador para direcionar o usuário para sites maliciosos que imitam páginas legítimas, entre inúmeras outras alternativas.

Fonte: Olhar Digital
Link: http://olhardigital.uol.com.br/noticia/veja-7-dicas-para-configurar-seu-roteador-e-manter-sua-rede-wi-fi-segura/42434

terça-feira, 17 de junho de 2014

5 passos para fazer da sua empresa uma seleção campeã


Brincando com o clima de Copa do Mundo que está no País, confira as dicas que HAYS dá para fazer com que sua equipe seja uma seleção campeã:

1) Técnica certa pode ajudar a ganhar a partida

A importância do técnico é indiscutível para o sucesso de qualquer seleção e em uma empresa isso não é diferente. Cada vez mais as corporações buscam profissionais com habilidade para planejar e pensar de maneira estratégica. Além disso, ter um perfil de liderança faz toda a diferença. Este papel normalmente é desempenhado por CEOs e líderes das organizações focando a estratégia em pessoas e resultados. São eles os responsáveis pela técnica de ‘jogo’: ouvir ideias e definir quais são as mais interessantes para o momento da empresa, fazendo os ajustes de cada jogada quando necessário. 

2) Ter uma zaga estratégica faz muita diferença

No futebol, ter uma defesa estruturada aumenta a vantagem competitiva no jogo. No dia-a-dia corporativo, quem faz esse papel são as equipes administrativa, de suporte, jurídica, de tecnologia da informação, contabilidade, entre outras. É importante ter profissionais estratégicos cuidando para que os procedimentos internos e relacionados aos clientes sejam atendidos com maior agilidade e nada passe despercebido em um contrato, por exemplo. Esse time de profissionais é responsável por evitar ‘surpresas’ no dia a dia operacional e por manter a casa ‘em ordem’ para que as outras posições possam “movimentar-se” sem preocupações.

3) Se o meio de campo está em sintonia, o time parte para o ataque

O mundo corporativo muitas vezes exige dos profissionais jogo de cintura para driblar situações inesperadas. Criatividade, habilidade para gerir pessoas e disciplina para colocar em prática as estratégias são pontos cruciais para o sucesso e exigem muito de áreas como Marketing, RH, Inteligência de Mercado, P&D etc. Responsáveis pelo ‘meio de campo’ no mundo corporativo, esses departamentos ‘armam’ o jogo, visualizam tendências, aproveitam as oportunidades e passam a bola para o ataque. Algumas organizações trabalham em esquema de BUs ou Business Unitis (unidades de negócio), para garantir que membros de diferentes áreas trabalhem alinhados para fazer a “bola rolar”. Isso garante base para que a estratégia chegue ao fim e os resultados sejam atingidos.

4) Todo time tem que ter bons atacantes

Finalizar um processo da forma adequada é o que garante resultados sólidos. Ter uma ‘linha de frente’ preparada para lidar com os stakeholders, enxergar vários cenários em mercados cada vez mais competitivos pode aumentar essa assertividade. Além disso, os ‘atacantes’ corporativos, papel muitas vezes desempenhado pelas áreas de venda, que jogam nas posições frente a frente com os clientes e finalizam as vendas para somar ao gol do time todo.

5) Hora de comemorar o gol

Nada é mais gratificante do que comemorar uma estratégia que deu certo. Os gols corporativos também precisam ser celebrados. Essa prática estimula a equipe ao, por exemplo, compartilhar as metas alcançadas periódica ou anualmente. Um bônus, um jantar em equipe, um brinde coletivo. Seja o que for, o importante é mostrar para o time que o esforço de todos surtiu efeito. Vale, ainda, apresentar o case, mostrar como a estratégia foi colocada em prática, celebrando e compartilhando as melhores práticas. Após a comemoração, hora de partir para novos desafios!

Fonte: Administradores.com
Link: http://www.administradores.com.br/noticias/negocios/cinco-passos-para-fazer-da-sua-empresa-uma-selecao-campea/88933/

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Se sua empresa fosse um técnico da Copa, quem ela seria?

Levantamento compara o perfil de liderança dos técnicos de algumas das principais seleções que virão ao mundial com o estilo de gestão do mundo corporativo.


Luiz Felipe Scolari (Felipão) - Brasil

O técnico do Brasil, Luiz Felipe Scolari, possui um estilo bem agregador e gosta de eleger pessoas de confiança para as posições-chave de sua equipe. Tem total firmeza ao estabelecer objetivos e metas, além de ter total empatia por jogadores que, de fato, seguem seus comandos e jogam pela equipe.
Perfil de Liderança: O estilo Felipão se assemelha muito à liderança motivacional. É do tipo de gestor que gosta de cobrar a equipe, mas também de estar bem próximo aos seus subordinados. O bom ambiente de trabalho é uma das premissas no trabalho. Exerce uma pressão psicológica positiva nos funcionários.

Vicente Del Bosque - Espanha

O treinador da seleção espanhola tem o perfil do líder discreto e conciliador. Com esse estilo, mantém a estabilidade em um vestiário marcado muitas vezes pela rivalidade entre madrilenhos e catalães. Fiel à essência do toque de bola que marca esta geração histórica, o técnico retoca e renova o grupo com jovens talentos que asseguram uma evolução tranquila rumo ao futuro.

Perfil de Liderança: O técnico espanhol Del Bosque adota o estilo de liderança democrática ou participativa. Os membros da equipe são incentivados a contribuir no processo de decisão. Isto não só aumenta a satisfação do time, como desenvolve uma consciência de conjunto que estimula a evolução dos liderados formando sucessores e gerando maior engajamento.


Óscar Tabárez – Uruguai

O apelido de maestro descreve perfeitamente a personalidade de Óscar Washington Tabárez, treinador da seleção uruguaia. Com um perfil bem reflexivo e sereno, exerce a sua liderança com convicções fortes e ideias claras. 


Perfil de Liderança: Óscar Tabárez se assemelha ao estilo de liderança transformacional, contundente e objetiva. Esses líderes são muito visíveis e passam muito tempo se comunicando com suas equipes. Não lideram necessariamente na linha da frente e costumam delegar responsabilidade entre as pessoas.

Jurgen Klinsmann – Estados Unidos
Conhecido por ser um adorador da disciplina técnica e tática, o alemão Jurgen Klinsmann, técnico da seleção americana de futebol, possui um estilo de liderança pautada no pragmatismo. Nas equipes que passou, sempre exigiu total obediência de seus comandados em relação aos conceitos táticos que adota em campo. Fiel ao estilo centralizador, Klinsmann deixou de convocar o maior astro da seleção americana, Landon Donovan, o que acabou gerando uma insatisfação na torcida.

Perfil de Liderança: Klinsmann tem o perfil de liderança corporativista, pautada em métodos e técnicas bem definidos. Denota grande visão estratégica, alta energia para impor suas idéias e ritmo de trabalho.  O líder está completamente concentrado na organização, apoio e desenvolvimento das pessoas que lidera.



Louis Van Gaal – Holanda

Um homem direto e disciplinador. Assim é conhecido Louis Van Gaal, treinador da seleção holandesa. Fiel aos seus métodos próprios, Van Gaal exige entrega total de seus comandados em treinos e, principalmente, nos jogos. O holandês tem personalidade forte, além de ser polêmico em algumas declarações. Essa mentalidade intransigente acaba não agradando a todos da equipe. 

Perfil de Liderança: Van Gaal nitidamente é um líder autocrático. Exerce um nível elevado de poder sobre os comandados ou membros da equipe. As pessoas que compõem a equipe não têm muitas oportunidades para apresentar sugestões, mesmo que essas sejam do interesse coletivo. Esse tipo de liderança tende a desencadear elevados níveis de absenteísmo e de insatisfação.


Alejandro Sabella – Argentina

O técnico da seleção argentina, Alejandro Sabella, tem uma postura de liderança harmônica e bem próxima dos jogadores de sua equipe. Considerado amigos dos jogadores, Sabella valoriza o bom ambiente no grupo e aposta que isso pode fazer o time portenho chegar longe no mundial no Brasil. Quem não for amigo ou próximo do treinador corre o risco de ficar de fora de seus planos. Tevez, desafeto declarado, é o exemplo mais claro da postura e do modo de liderar do treinador, um dos nomes excluídos pelo comandante.      
Perfil de Liderança: A liderança de Sabella é classificada pela expressão francesa Laissez Faire (deixar andar), pautada pela liberdade direcionada. Gosta de deixar os colegas prosseguir com o que fazem, sem muita interferência. Pode ser eficaz se o líder controlar o que é conseguido e der conhecimento disso à equipe de forma regular. Normalmente, a liderança laissez-faire funciona em equipes onde os indivíduos têm muita experiência e espírito de iniciativa.

Fonte: Administradores.com
Link: http://www.administradores.com.br/noticias/carreira/se-sua-empresa-fosse-um-tecnico-da-copa-quem-ela-seria/88828/

Confira o Ranking Acumulado da Campanha Super 30! #campanha


quinta-feira, 12 de junho de 2014

10 atitudes que te fazem perder oportunidades

1 - Falta de interesse

Não inteirar-se sobre os procedimentos da empresa pode ser interpretado pelos gestores como falta de interesse pela organização.

2 - Incompatibilidade com perfil da empresa

Quando a personalidade e os valores do indivíduo não correspondem aos da organização insistir no emprego é um erro.

3 - Falta de compromisso

Comparecer ao emprego todos os dias não é suficiente para demonstrar compromisso com o trabalho. A empresa precisa de resultados e não apenas de ações.

4 - Faltas

Faltar por qualquer motivo pode ser interpretado como descaso. E, se o funcionário parece não precisar da empresa, a organização também acaba não precisando dele.

5 - Má utilização de recursos

Utilizar os recursos da empresa de forma imprópria é mais um ato a ser evitado. Não use o telefone da organização para assuntos pessoais, use o computador apenas para o trabalho e deixe para conferir as redes sociais e compras online para casa.

6 - Falta de responsabilidade

Esquecer compromissos é inevitavelmente percebido como irresponsabilidade e desinteresse.

7 - Excesso de ego

Ter o ego muito elevado e não admitir erros são atitudes que prejudicam a sua evolução profissional. Humildade é uma característica essencial para quem deseja conquistar o respeito de todos na empresa e oportunidades de promoção.

8 - Ócio criativo

Exercite a capacidade de procurar soluções inovadoras e eficazes para os problemas e desafios que surgem nas empresas todos os dias, esforçando-se para ser um colaborador criativo e proativo.

9 - Falta de bom senso

Falar mal do chefe ou de alguém importante da empresa atrasa a carreira, além de demonstrar falta de ética e de respeito. Portanto, meça bem as palavras e evite comentários indelicados.

10 - Atrasos

Cumprir seu horário de entrada e saída é um passo importante. Atrasos, mesmo de poucos minutos, demonstram falta de responsabilidade com a empresa e com os clientes.
Fonte: Administradores.com
Link: http://www.administradores.com.br/noticias/carreira/10-atitudes-que-te-fazem-perder-oportunidades/88864/

terça-feira, 10 de junho de 2014

Veja 7 perfis de consumidores nas redes sociais


1. Modelo

Segundo Coscelli, esse consumidor tem identificação com a empresa e a recomenda para os amigos da internet, mas ele só continuará engajado se o relacionamento com a marca for próximo.
"É o tipo de cliente que deve fazer parte de programas de fidelidade, receber novidades periodicamente e até ser convidado para escrever um depoimento pessoal no site da empresa", afirma.

2. Entusiasta

Esse usuário, de acordo com Coscelli, usa as redes sociais para falar sobre tudo. Se ele tiver uma experiência negativa, é lá que ele vai manifestar sua indignação.
"O entusiasta é bastante ativo na internet. É preciso atendê-lo prontamente, dar-lhe todas as especificações do produto antes da compra para que ele não saia frustrado", declara.

3. Caçador de ofertas

Descontos e promoções são os alvos desse consumidor. Ele não é fiel e não busca estreitar relações com a empresa. Preço baixo é a palavra de ordem dele.
"Oferecer descontos com frequência é uma forma de atrair esse cliente, mas é preciso avaliar se a redução no preço não vai comprometer o lucro do negócio", diz o presidente da ReachLocal.

4. Silencioso

Esse é o tipo de usuário que curte a página da empresa, mas não compartilha o conteúdo nem recomenda os produtos. Nesse caso, Coscelli afirma que a empresa deve repensar suas publicações nas redes sociais.
"O conteúdo precisa ser mais atrativo para ele e ter fotos legais. As postagens também podem conter um pedido direto para ser compartilhada pelo usuário."

5. Casual

Para Coscelli, esse consumidor não tem identidade com a marca e curte ou compartilha conteúdo da empresa apenas ocasionalmente. No entanto, a relação pode mudar se ele for surpreendido de maneira positiva pelo empresário.
"Se o cliente faz uma compra e o produto chega antes do prazo ou se ele ganha desconto para uma próxima compra, a tendência é que ele se torne um consumidor mais regular", diz.

6. Reclamão

São comuns consumidores que vão direto a sites de reclamação ou a órgãos de defesa como o Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) e o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) sem procurar a empresa prestadora do serviço para resolver um problema.
Por isso, segundo Coscelli, é preciso fazer uma ronda constante nas páginas de reclamação e de órgãos de defesa.
Caso encontre alguma reclamação, é importante contatar o cliente e se oferecer para resolver o problema. 
Outra ação é destacar telefones e e-mails no site da empresa para que o consumidor possa entrar em contato, caso tenha algum problema com algum serviço ou dúvidas sobre um produto.

7. Insatisfeito

É o que exige mais atenção de todos. Muitas vezes o cliente se torna insatisfeito devido a um erro da empresa, como atraso na entrega, demora no atendimento e falta de informação.
Quando ele expressa essa indignação nas redes sociais, o empresário precisa ser rápido na resposta.
"A empresa tem de se manifestar o mais rápido possível, nem que seja para dizer que está avaliando a situação e depois buscar uma solução e dar uma resposta mais completa. O silêncio pode aumentar a insatisfação", diz.

Fonte: OUL

Link: http://economia.uol.com.br/empreendedorismo/noticias/redacao/2013/12/31/consultor-mostra-os-7-tipos-de-perfil-de-consumidor-nas-redes-sociais.htm#fotoNav=5

sexta-feira, 6 de junho de 2014

5 dicas para proteger sua privacidade nas redes sociais


Faça sempre Logout:

Muitas pessoas não conseguem fazer o logout das suas contas corretamente quando eles terminam de usar as redes sociais. Isto é perigoso porque permite que qualquer pessoa use seu computador – ou aqueles que possam ter acesso ao seu computador sem seu conhecimento, tais como hackers –acesse suas contas nas redes sociais sem ter que saber suas informações de login e senha. Neste ponto, sua identidade on-line foi sequestrada.

2 Instale um antivírus

É fundamental para os usuários de redes sociais, instalar pacotes de software de proteção abrangentes e atualizados para proteger suas informações pessoais e confidenciais. Use um software antivírus confiável, respeitado e eficaz de empresas respeitadas e conhecidas que oferecem serviços comprovados.

3 Proteja seus dispositivos móveis

De acordo com o TechCrunch, "Por volta de 94% das pessoas se preocupam em perder seus dispositivos — entre os que já perderam o celular, 74% dizem que entraram em pânico”.


Dispositivos móveis oferecem aos usuários de redes sociais acesso 24 horas aos seus sites e amigos favoritos. Os usuários constantemente fazem checkins em restaurantes, comentam os filmes do cinema e desejam um ao outro feliz aniversário. Mas nossos dispositivos móveis também são fáceis de perder, e nunca sabemos quem pode encontrá-los. Proteja seu dispositivo móvel com uma senha e instale um app capaz de apagar dados remotamente e localizar o aparelho.

4 Escolha seus Aplicativos Cuidadosamente

Os aplicativos oferecem serviços valiosos, jogos divertidos e características emocionantes – muitas vezes de graça. Mas nada na vida é de graça. A maioria dos aplicativos pedem sua informação pessoal e sua localização. Avalie o que você está oferecendo em troca de um app gratuito ou de baixo custo. De acordo com Pew Research, "54% dos usuários de aplicativos decidiu não instalar um app quando eles perceberam a quantidade de informações pessoais que eles precisavam compartilhar no aplicativo.”

5 Seja um Especialista em Redes Sociais

5. 1 Aprenda as Configurações: A maioria das pessoas gostam de fazer a conta, preencher os dados e começam a fazer o upload de fotos e conexões. No entanto, suas configurações pessoais determinam como sua informação é visível e a quem. Usar um tempo para configurar corretamente seu perfil pode salvar seu trabalho, relacionamentos e imagem pública.

5. 2 Escolha seus Amigos Cuidadosamente: Estar nas redes sociais é divertido e emocionante, e para atingir um nível de popularidade muitos usuários rapidamente permitem que outras pessoas acessem suas páginas para aumentar o número de amigos e seguidores. Evite esta armadilha. Com cuidado determine quem você deixa entrar em seus círculos sociais e nunca conceda acesso a completos estranhos.

5.3 Diversifique Suas Senhas: As senhas são difíceis de gerenciar, então muitos usuários de redes sociais usam senhas iguais ou similares para todas as contas de suas redes sociais – twitter1, facebook1, etc. Embora isto seja conveniente, é perigoso. Se alguém descobre sua senha pode acessar suas muitas identidades de redes sociais e até mesmo roubar suas informações pessoais usadas para gerenciar sua vida e finanças.

Fonte: Administradores.com
Link: http://www.administradores.com.br/noticias/tecnologia/5-dicas-para-proteger-sua-privacidade-nas-redes-sociais/88639/

terça-feira, 3 de junho de 2014

10 coisas que você não sabia que seu iPhone pode fazer

Fonte: Administradores.com

Link: http://www.administradores.com.br/noticias/tecnologia/10-coisas-que-voce-nao-sabia-que-seu-iphone-pode-fazer/86242/

Existem algumas funções do aparelho que poucas pessoas conhecem. Selecionamos 10 e explicamos como usar. Confira:


1. Fazer um código de acesso com letras, em vez de apenas números
- Vá em Configurações > Geral > Código de Acesso
- Desative a configuração que diz "Código de acesso simples"
- Uma tela vai aparecer pedindo para que você mude o seu código de acesso, com um teclado QWERTY completo.
Na próxima vez que você desbloquear seu telefone, o teclado vai aparecer, em vez de apenas o numérico.
2. O Siri pode ler os seus e-mails em voz alta (apenas para mensagens em inglês)
Diga ao Siri "read my email" ("leia meu e-mail") e ela obedecerá. Você ouvirá o nome do remetente, a data/hora da mensagem e o assunto da mensagem. Você também pode instruir "read my latest email" ("leia meu último e-mail") ou perguntar "Do I have email from [person]?" ("Eu tenho e-mail de [nome da pessoa]?")
3. Ver a hora e o dia em que uma mensagem foi enviada
Apenas deslize os balões com as iMessages e irá aparecer o indicador com a hora e dia que a mensagem foi enviada.
4. Saber quais aviões estão sobre sua cabeça
Pergunte ao Siri "What flights are above me?" ("quais voos estão acima de mim?") ou apenas diga "planes overhead"("aviões em cima") e ela irá mostrar um quadro com todos os aviões e os números dos voos, com suas altitudes e ângulos.
5. Balance o seu iPhone para deletar um texto
Você mudou de ideia sobre o que acabou de digitar? Balance o celular e uma caixa de "desfazer a digitação" vai aparecer. Se você mudar de ideia logo após clicar em desfazer, pode balançar o celular novamente e verá a caixa para "refazer a digitação".
6. Visualize facilmente uma versão mais detalhada do calendário
Vire o seu celular para o modo horizontal quando estiver no app do calendário, para ver uma versão mais detalhada dos compromissos.
7. Use o seu telefone como um nivelador
Deslize o app da bússula para a esquerda e você terá acesso a um nivelador.
8. Tire um conjunto de fotos de uma única vez
Ao segurar o botão de disparador da câmera, automaticamente você ativa a função que tira várias fotos de uma única vez.
9. Adicione vibrações personalizadas
No aplicativo de contatos, você pode ativar diferentes padrões de vibração para diferentes contatos; isso é bom para quem mantém o celular no bolso, então você poderá distinguir - sem usar as mãos - entre uma mensagem de texto ou um e-mail do seu chefe.
10. Coloque o telefone no modo avião e ele vai carregar duas vezes mais rápido
Ótima solução para quem precisa carregar o celular rapidamente em um bar.